Emagrecer, manter o corpo em boa forma e continuar sendo uma pessoa saudável são objetivos de muitas pessoas, e, além de um cardápio leve e contendo todos nutrientes necessários para o organismo, muitas pessoas fazem o uso dos ‘suplementos’ alimentares. Eles são os queridinhos do mundo fitness, hoje em dia é muito difícil encontrar alguém que mantenha uma rotina de academia e alimentação regrada que não faça uso de pelo menos um suplemento diário.

E é aí que surgem as dúvidas, você sabe mesmo para o que serve esses reforços alimentares? Será que todas as pessoas podem usar? Ele serve para ajudar a perder peso ou para incentivar o ganho de massa muscular? Será que eles trazem riscos para quem usa? Nas lojas há diferenças para utilização, desde idade e gênero. Segundo a proprietária da Body Lab Bia Tavares, loja especializada na venda desses produtos, o público que consome suplementos hoje é maior e bastante diversificado.

“Hoje há suplementos para tudo, para quem não pode com a proteína do leite, para pessoas idosas, há até o recurso específico para o público feminino, alguns contem até o colágeno. E vejo o aumento de pessoas de outras idades procurando pelo complemento alimentar e não apenas jovens em busca de ganho de massa e definição. Esse público mudou muito ao longo dos anos”, disse a empresária que também faz uso de suplementação, mas com indicação de profissional especializado para o assunto.

Todos podem usar? Faz mal a saúde? O resultado é certo?

Para ajudar a esclarecer as dúvidas sobre o queridinho do mundo fitness consultamos especialistas de diversas áreas que falaram um pouco sobre suplementos. Para começar o nutricionista Marcelo Langsdorff especializado em emagrecimento com saúde, levantou uma das questões mais importantes: Os suplementos devem ser sempre indicados por um profissional.

“Hoje em dia a venda desse recurso é livre e qualquer pessoa pode comprar, até aqueles que não são permitidos por órgãos fiscalizadores como a Anvisa. E o resultado da ingestão de um desses, pode causar danos desastrosos e muito danosos para a saúde. Não são todos que podem tomar e por isso é tão importante a indicação de um especialista”, disse.

Segundo o nutricionista, o uso dos suplementos pode sim ser associado a uma deita saudável e sempre à prática de atividades físicas, ele vai ajudar no objetivo desejado por cada pessoa. “Há médicos que indicam o uso de suplementos para emagrecimento também, mas tudo deve ser visto com um profissional. Se tomado de uma maneira errada por causar o resultado oposto. E para o ganho de massa, seu principal uso, deve ser também indicado por um especialista, unido a uma dieta específica e sempre à prática de atividades físicas eles darão o resultado esperado”, explicou.

E confirmando o que o nutricionista especificou, o personal trainer, Hermes Silvestre, afirma que a ingestão de suplementos alimentares sem a indicação necessária e sem a prática de atividades físicas, o objetivo não será alcançado. “As pessoas hoje querem uma fórmula mágica para conquistar os resultados, no entanto, essa fórmula requer dedicação. O suplemento vai ajudar no ganho de massa muscular, por exemplo, mas sempre com a prática de uma atividade específica para o local do corpo que quer ver a mudança. A indicação de um especialista aliada a práticas específicas de atividades darão o resultado esperado”, disso o personal.

Suplemento pode ser causador de acne?

Essa é uma das dúvidas que surgem, principalmente para as mulheres, quando vão começar a utilizar o suplemento, será que vai prejudicar a pele? Causar o surgimento de espinhas? Deixar a pele mais oleosa?

A resposta é um pouco mais difícil do que apenas um sim ou um não, segundo a biomédica especializada em estética corporal e facial, Dra Luciana Godinho. Segundo a especialista, o leite, principal aditivo dos suplementos é um dos causadores de acnes e pele oleosa, no entanto, não quer dizer que com a ingestão do suplemento a pele vai sofrer com essas consequências. “Não necessariamente vai acontecer com todos, depende do organismo de cada pessoa e de como ele vai reagir com a ingestão. Se o produto tiver muito a presença de vitaminas do complexo B, por exemplo, podem acontecer casos de acne. Pode acontecer também com pacientes que tiverem uma hipersensibilidade a algum dos componentes”, disse.

No entanto, segundo Luciana, é possível evitar com tratamentos básicos e cuidados com a pele, como lavar o rosto pelo menos duas vezes ao dia, ao acordar e antes de ir dormir, com produtos específicos para a pele. E, também, procedimentos estéticos específicos para isso, como os peelings.

O suplemento causa danos aos cabelos?

Existem vários tipos de suplementos, alguns contem hormônios que favorecem a perda de cabelos e provocam a calvície, como a testosterona, também chamados de pró-hormônio ou booster de testosterora. Os mais populares são: Tribulus terrestres, Somatodrol, ZMA, ácido D-Aspártico (DAA), Gamma Oryzanol, Maca Peruana, Feno Grego, Testex, e outros do mesmo grupo. Ainda não há confirmação de pesquisas medicinais suficientes para esclarecer esses pontos, no entanto, segundo o hairstylist Vitor Avanti a ação desses produtos chega a longo prazo. “Quem tem quadro de queda de cabelos e predisposição à calvície genética, deve evitar o uso de suplementos deste tipo porque pode sim ter um aceleramento da queda de cabelos”, disse.

Abusos de suplementos são perigosos para a saúde e para o corpo

O uso de qualquer suplementação alimentar deve ser solicitado por um especialista no assunto. O excesso, ou até mesmo, a ingestão de complementos podem causar muitos danos a saúde e ao corpo, que pode até ficar deformado. Segundo o cirurgião plástico André Ramos, há casos de pessoas que precisam passar por procedimentos cirúrgicos para reparar os danos. “Não é incomum ver pessoas precisando corrigir erros com cirurgia plástica. Tudo em excesso é ruim”, disse.